Mostrando postagens com marcador Curiosidades Geográficas. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Curiosidades Geográficas. Mostrar todas as postagens

quinta-feira, 10 de agosto de 2017

REGIÕES MAIS FOTOGRAFADAS DO MUNDO

O Google está analisando quais os lugares onde as pessoas mais tiram fotos no mundo.
O projeto é chamado  SightsMap  e analisa dados de uma série de aplicativos e serviços, como FourSquare, Wikipedia e Panoramio.
O mapa é bastante didático e mostra os lugares mais fotografados através de mapas de calor. Como não poderia deixar de ser, a Europa é a região mais “quente”, onde mais fotos são tiradas todos os dias. Entretanto, apesar de dominar com as cidades mais fotografadas do mundo, a Europa não lidera essa lista.
A iniciativa é bastante interessante pois pode ajudar viajantes a traçar seus roteiros passando pelos destinos mais visitados e com as melhores paisagens.

PARA NAVEGAR NO SITE CLIQUE NO LINK ABAIXO
http://www.sightsmap.com/

sexta-feira, 4 de agosto de 2017

LUGARES DO MUNDO: O PAÍS MAIS ANTIGO DO MUNDO

  San Marino é o Estado soberano mais antigo do mundo, fundado em 301 por Marinus de Rab, quando se tornou independente do Império Romano. Além disso, sua constituição promulgada em 1600 é a mais antiga do mundo ainda em exercício. O país ocupa, basicamente, uma colina totalmente cercada pela Itália, possui apenas 61 km² e 32 mil habitantes.


Inverno em San Marino.


  Apesar de não ser muito industrializado, San Marino tem uma das maiores rendas per capita da Europa. O turismo é a principal fonte de renda do país, devido a sua proximidade com o porto de Rimini, no mar Adriático. Outras fontes de renda são os bancos, produtos eletrônicos e cerâmicas. Cultivam-se vinhas e cereais e criam-se ovinos nos campos.
   E uma curiosidade: o antigo GP de Fórmula 1 de San Marino na verdade não era disputado neste país, mas na cidade de Ímola, na Itália.





Explore a região no mapa abaixo:


domingo, 30 de julho de 2017

QUAL A DIFERENÇA ENTRE PRESERVAÇÃO E CONSERVAÇÃO?

     Embora os dois conceitos possam parecer similares, na prática, são duas diferentes correntes ideológicas. Veja a seguir o que significa cada uma


Lydia Cintra - Blog Ideias Verdes / site Superinteressante - 04/06/2013


   Para muita gente, pode parecer a mesma coisa ou causar alguma confusão. Mas os dois conceitos são discutidos há muito tempo e formam duas correntes ideológicas distintas no que diz respeito à relação do homem com a natureza.


  Na segunda metade do século XIX, iniciou-se uma tendência mundial de criação de áreas naturais protegidas como resposta aos efeitos destrutivos que nosso modelo de sociedade causa aos meios naturais. Com o passar do tempo, no entanto, uma questão igualmente importante tornou-se foco de disputas e posicionamentos distintos sobre essas áreas: elas podem ou não ter presença humana?

   Os preservacionistas defendem que as áreas naturais não devem sofrer interferência da ação humana. O maior expoente dessa corrente foi o naturalista escocês John Muir, que ficou conhecido pelo seu “deslumbramento” pela natureza (ele criou, em São Francisco, o Sierra Club, o primeiro grupo ambientalista da história). Para ele, o natural é algo que prescinde da ação e ocupação humana, por isso deve se manter intocado. Essa corrente tende a compreender a proteção da natureza independentemente do interesse utilitário e do valor econômico que possa conter. Já os conservacionistas defendem a possibilidade de manejo sustentável dos recursos naturais. 

   Por volta de 1940, o cientista e ecologista Aldo Leopold, precursor da Biologia da Conservação, propôs um manejo que visasse maior proteção do que a ‘intocabilidade’, o que na época foi inovador. Para ele, na conservação a participação humana precisa ser de harmonia e sempre com intuito de proteção.

   Segunda Suzana Pádua, em sua coluna no site O Eco, a inclusão das necessidades sociais tem sido uma constante nos movimentos ambientalistas, que têm incluído alternativas de renda que visam a melhoria da qualidade de vida humana com práticas que enfocam e valorizam a natureza local. “Esta abordagem resulta da impossibilidade e da injustiça de se pensar em conservar espécies e ecossistemas ameaçados, quando as condições de humanas são indignas. Com base nesse novo pensar surgiu o termosocioambiental, onde o social e o ambiental são verdadeiramente tratados de maneira integrada”.

terça-feira, 18 de julho de 2017

EXISTE ALGUM LUGAR DO PLANETA QUE AINDA NÃO FOI POLUÍDO?

Em algum momento entre 1,8 milhão e 12 mil anos atrás, nossos ancestrais dominaram a técnica de criação do fogo. O ato é um marco na história da humanidade, pois a possibilidade de cozinhar, se aquecer e criar ferramentas deu um impulso enorme ao progresso coletivo.

Mas esse conhecimento também marcou o começo da poluição criada pelos humanos.
Há várias formas de poluição natural, como a erupção de vulcões, mas a maior parcela de contaminação do planeta hoje é gerada por nós.
Os rastros de poluição são visíveis em quase todos os cantos do planeta: há lixo solto no deserto de Gobi, nas praias do Pacífico e nas neves do Everest.
Mas o planeta sendo tão vasto, será que não existem lugares incólumes à contaminação?


Céu e terra

A poluição do ar acontece de diferentes formas. Uma das piores é o ozônio, que se forma de uma reação entre óxidos de nitrogênio e compostos orgânicos voláteis produzidos por carros e fabricas.
Os danos desta poluição são enormes. Só na Índia, perde-se US$ 1,2 bilhão em colheitas por ano devido à poluição causada pelo ozônio. Estima-se que um milhão de pessoas morram de doenças decorrentes deste tipo de poluição.
O problema da poluição do ar é que é impossível fugir dela mesmo ao se afastar da sua fonte. Massas de ar transportam poluição por toda parte do planeta.

China, a grande poluidora.
"O que observamos com muita frequência é que a poluição começa em um lugar e acaba em outro lugar muito distante", diz David Edwards, do Centro Nacional de Pesquisa Atmosférica do Sistema Terrestre, nos Estados Unidos.
Ele cita o exemplo da Malásia, que está desmatando parte de sua floresta para dar lugar a plantações de palmeiras de dendê. Quem está sofrendo com isso é Cingapura, que hoje registra vários problemas de visibilidade.
Mas há correntes que viajam bem mais longe. Incêndios de desmatamento na América do Sul e no Sul da África contaminam o ar em todo o hemisfério Sul.
Com isso, é possível dizer que nenhum ponto do planeta está imune à poluição do ar - e isso acaba contaminando o solo também.
Mas há lugares que registram ar mais limpo, se medido em partículas atmosféricas. É o exemplo do Polo Sul, o lugar mais isolado de centros populacionais do planeta e também que registra o ar mais limpo.

Lixo no Himalaia.
Mas cientistas alertam que há outros tipos de poluição que afetam mais a Antártida do que o resto do planeta. O buraco da camada de ozônio é maior nos polos, e isso faz com que manchas negras de carbono surjam na neve.
Cavernas profundas também costumam ter o ar mais limpo, desde que seu ar não tenha muito contato com o resto da atmosfera terrestre.


Rios e geleiras

Infelizmente a poluição atmosférica contamina também a água. Mas para a maioria dos cientistas, o que mais preocupa na água é a contaminação que vem do solo, com o despejo de químicos, fertilizantes e resíduos.
Em alguns casos, os nutrientes do solo são exterminados, o que diminui também o oxigênio na água, ameaçando a fauna. O exemplo mais urgente desse tipo de contaminação é o delta do rio Mississippi próximo ao Golfo do México.
Os rios continuam sendo o maior destino de esgoto não-tratado - 80% do que é gerado em casas e empresas no mundo acaba na água do planeta sem nenhum tratamento. Em lugares como Nova Déli, esse índice chega a 99% - com os dejetos despejados no rio Yamuna. Algo semelhante acontece na Cidade do México, com o rio do vale Mezquital.

Parece neve, mas é poluição. Rio Yamuna, Índia. 
Na China, mais da metade dos rios estão poluídos demais para gerar água potável. No Paquistão, o índice é de 72%. Um relatório da organização ambiental WWF aponta que a população de animais em rios caiu em 75% nos últimos 40 anos, em grande parte devido à poluição.
Como acontece com o ar, a água mais distante dos grandes centros é a mais pura. Rios e geleiras no Ártico, Antártida e Canadá são os mais intocados do planeta.

Pássaro come plástico no Havaí. 
No caso das geleiras, a água mais pura está estocada mais embaixo, pois a parte de cima já vem sendo contaminada pelo ar sujo desde os tempos da Revolução Industrial, no século 18.
Outras fontes "quase" puras de água estão na Floresta Amazônica e na Bacia do Congo, na África.


Oceanos

Os oceanos cobrem 70% do nosso planeta. Hoje estima-se que de 60% a 80% da poluição no mar tem sua origem na terra. De todos os poluentes, o pior é o plástico, que demora séculos para se decompor. Já o papel não é um grande problema, pois desaparece rapidamente.
A surpresa nos oceanos é que os pontos mais remotos estão entre os mais poluídos, graças à forma como as correntes marítimas se comportam.
Em uma região não habitada do norte do Pacífico, por exemplo, se formou algo parecido como uma "ilha de lixo". Os únicos humanos que passam pelo local são cientistas que investigam o fenômeno.

Lixo no fundo do oceano.
O fundo do mar era tido por muitos como um lugar imaculado, mas cada vez mais se descobre que isso não é verdade. A oceanógrafa Lisa Levin, do instituto Scripps, da Califórnia, faz pesquisas usando veículos controlados remotamente.
"Existe lixo humano por toda a parte. Isso deixa claro que os seres humanos são parte integral do ecossistema marinho", diz.
Mesmo em lugares remotos, há lixo como garrafas, lata, material de pesca, cordas, objetos metálicos, munição militar e sapatos.

Fonte: BBC Brasil.

terça-feira, 27 de junho de 2017

ENVELHECIMENTO DA POPULAÇÃO

Segundo um recente estudo das Nações Unidas, a população mundial deve chegar a 8,6 bilhões em 2030, 9,8 bilhões em 2050 e superar os 11,2 bilhões em 2100.


terça-feira, 20 de junho de 2017

PROPAGANDA É A ALMA DO... PARTIDO!

  Já leram 1984, de Eric Arthur Blair (George Orwell)? Os cartazes abaixo parecem ter saído diretamente de lá... Se não leu, leia. Vale a pena.

  A União Soviética (URSS) foi um país que existiu entre 1922 e 1991. Entre 1947 e 1991, URSS e EUA disputaram a hegemonia mundial de seus respectivos sistemas econômicos (o socialismo e o capitalismo), através de embates estratégicos (como a corrida espacial) e conflitos indiretos (como a Guerra do Vietnã).

  Selecionamos nove cartazes soviéticos publicados no site Rede Histórica traduzidos para o português. Os cartazes eram uma forma de propaganda política e ideológica socialista que influenciaram a memória e o pensamento do povo soviético. Veja os cartazes abaixo e imagine-os espalhados por aí, em ônibus, metrôs, muros, prédios públicos... mas saiba que não se tratava de piada ou charge, era coisa séria mesmo!


"Fofocar ajuda o inimigo!" Entenderam quem o lado escuro do cartaz representava com o paletó, óculos e cabelo arrumadinho?


"Religião é veneno. Proteja as crianças".


"Nunca minta!"

"Os felizes nascem sob a estrela soviética!"


"Ajuda aos famintos à americana"


"Lenin viveu. Lenin vive. Lenin viverá! - V. Mayakovsky"


"Morte ao imperialismo mundial"


"O Partido e Lenin são irmãos gêmeos - quem é mais valioso para a história-mãe? Nós falamos Lenin, - subentendemos o Partido, Nós falamos o Partido, subentendemos Lenin".


E o melhor de todos: "Vá para o banho depois do trabalho"

domingo, 11 de junho de 2017

DE ONDE VEM OS NOMES DOS ESTADOS BRASILEIROS ?

VAMOS POR REGIÕES:

SUL
Rio Grande do Sul: Surgiu de um erro geográfico (isso que dá não estudar Geografia)!. O nome vem de um vilarejo que demarcava a área da foz do rio Grande, mas que na verdade não era uma foz, mas a Lagoa dos Patos.
Santa Catarina: nome dado em homenagem à filha do bandeirante Francisco Dias Velho, que por sua vez homenageava Santa Catarina de Alexandria.
Paraná: do tupi, Paraná, significa "rio como mar". Faz referência às dimensões do atual rio Paraná.

SUDESTE

São Paulo: vem da data cristã que comemora a conversão do apóstolo Paulo ao Cristianismo, narrada no Novo Testamento. 
Rio de Janeiro: mais um erro geográfico... o rio era na verdade a Baía de Guanabara, confundida pelos portugueses. O "Janeiro" se refere ao mês que eles chegaram às terras fluminenses, em 1502.
Minas Gerais: vem da exploração mineral na região desde o período colonial.
Espírito Santo: Refere-se a descida do Espírito Santo sobre os apóstolos de Cristo, no domingo de Pentecostes

CENTRO-OESTE
  Goiás: nome de uma tribo indígena da região, os goyazes.
Mato Grosso e Mato Grosso do Sul: nome literal e se refere ao mato alto e extenso encontrado pelos bandeirantes. A divisão do Mato Grosso em dois ocorreu em 1977.

NORTE
  Rondônia: homenagem ao sertanista Marechal Cândido Rondon.
Acre: não se sabe ao certo a origem do nome, mas acha-se que pode vir da deformação da palavra Aquiri, modo pelo qual os exploradores da região grafaram Umákürü, Uakiry, vocábulo do dialeto indígena Ipurinã. Amazonas: O nome foi originalmente dado ao rio que banha o Estado pelo capitão espanhol Francisco de Orellana, quando desceu todo o seu curso em 1541 e afirmou ter encontrado uma tribo de índias guerreiras com a qual teria lutado, associando-as às Amazonas da mitologia grega. Pará: era chamado de Feliz Luzitânia pelos portugueses, mas predominou o termo indígena "pára" (rio), que corresponde ao rio Amazonas.
Roraima: vem dos termo indígenas roro (verde) e imã (monte) e refere-se ao monte de mesmo nome.
Amapá: árvore popular para o povo indígena arauaque. 
Tocantins: recebeu o nome do rio e da tribo que habitava o lugar. Na língua tupi-guarani, "tukana" significa tucano ou papagaio e "tin" bico. Assim, bico de tucano! 

NORDESTE
Maranhão: o nome surgiu do Rio Amazonas. Ele era chamado de "Marañon" pelos espanhóis, que queriam dizer que o rio não era um mar apesar do tamanho.
Piauí: o nome vem da língua tupi, na qual significa "rio das piabas". Piaba é uma espécie de peixe.
Ceará: o Estado herdou o nome da antiga capitania hereditária de Siará, cuja origem é incerta.
Rio Grande do Norte: originou do rio Potengi e ganhou o “Norte” em meados do século 18 – uma vez que já existia uma capitania de mesmo nome no sul do país.
Paraíba: o Estado ganhou o nome do Rio Paraíba, uma junção de pára (rio) aib (ruim), ou seja, o rio impróprio para navegação.
Pernambuco: o nome deriva do tupi-guarani paraná (rio grande) e pu'ka (que fura), em referência à fenda dos recifes que afundavam os navios portugueses. 
Alagoas: como na região existem muitas lagoas (Mundaú, Manguaba, Tororó, Nova Lunga e Jacobina), os portugueses nomearam a região de "As Lagoas".
Sergipe: vem do tupi seri + îy + pe, que significa rio dos siris em referência ao Rio Sergipe.
Bahia: em referência à Bahia de Todos os Santos. "Bahia" é grafia portuguesa antiga para "baía", a qual se conservou, no Brasil, por uma questão de tradição.

100 PICOLÉS COM ÁGUAS POLUÍDAS



quarta-feira, 7 de junho de 2017

DIFERENTES CORES DE GEMAS


LIFESTRAW



        Lifestraw é um filtro d'água desenvolvido pela empresa suíça Vestergaard Frandsen para que uma pessoa possa filtrar água de modo que ela possa ser consumida com segurança. Um único tubo de Lifestraw pode filtrar até 1.000 litros de água, o suficiente para uma pessoa durante 1 ano. O filtro elimina 99,9999% de bactérias e parasitas transmitidos pela água.
      Uma outra versão do Lifestraw é o "tamanho família" que filtra até 18.000 litros, suficiente para fornecer água potável para uma família de até 5 pessoas durante 3 anos. O Lifestraw foi desenvolvido para pessoas de países subdesenvolvidos ou em caso de crise humanitária. O Lifestraw foi distribuído no terremoto do Haiti em 2010, nas inundações do Paquistão em 2010 e nas enchentes da Tailândia em 2011.


Site que divulga o produto: http://www.lifestraw.org.uk/

terça-feira, 6 de junho de 2017

ENGENHARIA CONTRA TERREMOTOS

A diferença entre uma estrutura projetada para suportar terremotos e outra, sem essa tecnologia. Os severos impactos sociais causados pelos terremotos evidenciam as diferenças técnicas presentes no espaço geográfico.




Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...