Mostrando postagens com marcador Curiosidades Geográficas. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Curiosidades Geográficas. Mostrar todas as postagens

terça-feira, 20 de junho de 2017

PROPAGANDA É A ALMA DO... PARTIDO!

  Já leram 1984, de Eric Arthur Blair (George Orwell)? Os cartazes abaixo parecem ter saído diretamente de lá... Se não leu, leia. Vale a pena.

  A União Soviética (URSS) foi um país que existiu entre 1922 e 1991. Entre 1947 e 1991, URSS e EUA disputaram a hegemonia mundial de seus respectivos sistemas econômicos (o socialismo e o capitalismo), através de embates estratégicos (como a corrida espacial) e conflitos indiretos (como a Guerra do Vietnã).

  Selecionamos nove cartazes soviéticos publicados no site Rede Histórica traduzidos para o português. Os cartazes eram uma forma de propaganda política e ideológica socialista que influenciaram a memória e o pensamento do povo soviético. Veja os cartazes abaixo e imagine-os espalhados por aí, em ônibus, metrôs, muros, prédios públicos... mas saiba que não se tratava de piada ou charge, era coisa séria mesmo!


"Fofocar ajuda o inimigo!" Entenderam quem o lado escuro do cartaz representava com o paletó, óculos e cabelo arrumadinho?


"Religião é veneno. Proteja as crianças".


"Nunca minta!"

"Os felizes nascem sob a estrela soviética!"


"Ajuda aos famintos à americana"


"Lenin viveu. Lenin vive. Lenin viverá! - V. Mayakovsky"


"Morte ao imperialismo mundial"


"O Partido e Lenin são irmãos gêmeos - quem é mais valioso para a história-mãe? Nós falamos Lenin, - subentendemos o Partido, Nós falamos o Partido, subentendemos Lenin".


E o melhor de todos: "Vá para o banho depois do trabalho"

domingo, 11 de junho de 2017

DE ONDE VEM OS NOMES DOS ESTADOS BRASILEIROS ?

VAMOS POR REGIÕES:

SUL
Rio Grande do Sul: Surgiu de um erro geográfico (isso que dá não estudar Geografia)!. O nome vem de um vilarejo que demarcava a área da foz do rio Grande, mas que na verdade não era uma foz, mas a Lagoa dos Patos.
Santa Catarina: nome dado em homenagem à filha do bandeirante Francisco Dias Velho, que por sua vez homenageava Santa Catarina de Alexandria.
Paraná: do tupi, Paraná, significa "rio como mar". Faz referência às dimensões do atual rio Paraná.

SUDESTE

São Paulo: vem da data cristã que comemora a conversão do apóstolo Paulo ao Cristianismo, narrada no Novo Testamento. 
Rio de Janeiro: mais um erro geográfico... o rio era na verdade a Baía de Guanabara, confundida pelos portugueses. O "Janeiro" se refere ao mês que eles chegaram às terras fluminenses, em 1502.
Minas Gerais: vem da exploração mineral na região desde o período colonial.
Espírito Santo: Refere-se a descida do Espírito Santo sobre os apóstolos de Cristo, no domingo de Pentecostes

CENTRO-OESTE
  Goiás: nome de uma tribo indígena da região, os goyazes.
Mato Grosso e Mato Grosso do Sul: nome literal e se refere ao mato alto e extenso encontrado pelos bandeirantes. A divisão do Mato Grosso em dois ocorreu em 1977.

NORTE
  Rondônia: homenagem ao sertanista Marechal Cândido Rondon.
Acre: não se sabe ao certo a origem do nome, mas acha-se que pode vir da deformação da palavra Aquiri, modo pelo qual os exploradores da região grafaram Umákürü, Uakiry, vocábulo do dialeto indígena Ipurinã. Amazonas: O nome foi originalmente dado ao rio que banha o Estado pelo capitão espanhol Francisco de Orellana, quando desceu todo o seu curso em 1541 e afirmou ter encontrado uma tribo de índias guerreiras com a qual teria lutado, associando-as às Amazonas da mitologia grega. Pará: era chamado de Feliz Luzitânia pelos portugueses, mas predominou o termo indígena "pára" (rio), que corresponde ao rio Amazonas.
Roraima: vem dos termo indígenas roro (verde) e imã (monte) e refere-se ao monte de mesmo nome.
Amapá: árvore popular para o povo indígena arauaque. 
Tocantins: recebeu o nome do rio e da tribo que habitava o lugar. Na língua tupi-guarani, "tukana" significa tucano ou papagaio e "tin" bico. Assim, bico de tucano! 

NORDESTE
Maranhão: o nome surgiu do Rio Amazonas. Ele era chamado de "Marañon" pelos espanhóis, que queriam dizer que o rio não era um mar apesar do tamanho.
Piauí: o nome vem da língua tupi, na qual significa "rio das piabas". Piaba é uma espécie de peixe.
Ceará: o Estado herdou o nome da antiga capitania hereditária de Siará, cuja origem é incerta.
Rio Grande do Norte: originou do rio Potengi e ganhou o “Norte” em meados do século 18 – uma vez que já existia uma capitania de mesmo nome no sul do país.
Paraíba: o Estado ganhou o nome do Rio Paraíba, uma junção de pára (rio) aib (ruim), ou seja, o rio impróprio para navegação.
Pernambuco: o nome deriva do tupi-guarani paraná (rio grande) e pu'ka (que fura), em referência à fenda dos recifes que afundavam os navios portugueses. 
Alagoas: como na região existem muitas lagoas (Mundaú, Manguaba, Tororó, Nova Lunga e Jacobina), os portugueses nomearam a região de "As Lagoas".
Sergipe: vem do tupi seri + îy + pe, que significa rio dos siris em referência ao Rio Sergipe.
Bahia: em referência à Bahia de Todos os Santos. "Bahia" é grafia portuguesa antiga para "baía", a qual se conservou, no Brasil, por uma questão de tradição.

100 PICOLÉS COM ÁGUAS POLUÍDAS



quarta-feira, 7 de junho de 2017

DIFERENTES CORES DE GEMAS


LIFESTRAW



        Lifestraw é um filtro d'água desenvolvido pela empresa suíça Vestergaard Frandsen para que uma pessoa possa filtrar água de modo que ela possa ser consumida com segurança. Um único tubo de Lifestraw pode filtrar até 1.000 litros de água, o suficiente para uma pessoa durante 1 ano. O filtro elimina 99,9999% de bactérias e parasitas transmitidos pela água.
      Uma outra versão do Lifestraw é o "tamanho família" que filtra até 18.000 litros, suficiente para fornecer água potável para uma família de até 5 pessoas durante 3 anos. O Lifestraw foi desenvolvido para pessoas de países subdesenvolvidos ou em caso de crise humanitária. O Lifestraw foi distribuído no terremoto do Haiti em 2010, nas inundações do Paquistão em 2010 e nas enchentes da Tailândia em 2011.


Site que divulga o produto: http://www.lifestraw.org.uk/

terça-feira, 6 de junho de 2017

ENGENHARIA CONTRA TERREMOTOS

A diferença entre uma estrutura projetada para suportar terremotos e outra, sem essa tecnologia. Os severos impactos sociais causados pelos terremotos evidenciam as diferenças técnicas presentes no espaço geográfico.




sexta-feira, 2 de junho de 2017

DISTRIBUIÇÃO DE EPICENTROS DURANTE 10 ANOS

     Distribuição de epicentros de todos os terremotos de magnitude 5,0 ou superior ao longo de um período de 10 anos.


quinta-feira, 1 de junho de 2017

MAIOR DISTÂNCIA ENTRE DOIS PONTOS EM LINHA RETA NA TERRA.jpg

A maior distância que você pode viajar entre dois pontos em uma linha reta sem atravessar qualquer oceano ou qualquer corpo de água importante.


quinta-feira, 25 de maio de 2017

ATLAS, VOCÊ SABE DE ONDE VEM ESTE NOME ?


     O atlas (livro) é companheiro inseparável do professor de Geografia, mas você sabe de onde vem esse nome?


    Atlas foi um titã gigante da mitologia grega que desafiou Zeus pela posse do mundo. Como Atlas perdeu o desafio, acabou condenado pelo deus dos deuses a sustentar o mundo sobre seus ombros para sempre. 



domingo, 14 de maio de 2017

terça-feira, 9 de maio de 2017

MINA - A CIDADE DAS TENDAS

     Mina é uma pequena cidade localizada no interior de um vale , na província de Makkh, no oeste da Arábia Saudita, cerca de 8 km a leste da cidade sagrada de Meca. É nestas tendas que peregrinos Hajj pernoitam durante os cinco dias de cada estação Hajj. E o resto do ano, Mina permanece praticamente deserta. 

   Existem mais de 100.000 tendas em Mina utilizada como alojamento temporário para 3 milhões de peregrinos. As tendas medem 8 metros por 8 metros e são construídas de fibra de vidro revestida com teflon, a fim de garantir alta resistência ao fogo. Originalmente peregrinos trouxeram suas próprias tendas que eles iriam erguer nas planícies de Mina.

     Após a Hajj as tendas eram desmontadas e tudo seria embalado e levado de volta. Em seguida, na década de 1990, o governo saudita instalaram tendas de algodão permanentes aliviando os peregrinos do fardo de ter que levar seu próprio equipamento de camping. Mas depois de um grande incêndio que varreu na cidade de tendas matando cerca de 350 peregrinos em 1997, a atual cidade permanente foi desenvolvida à prova de fogo.












Fonte: Escale Of Perceptions
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...